Babi - A Zumbi

Olá mamães...

A Babi nunca foi uma criança agressiva, de empurrar, beliscar e dar tapa. Mas acho que todo bebê passa por uma fase de querer começar a fazer isso. É só não deixar, repreender e a criança aprende que é feio e tal... 
Tivemos em uma festinha, onde ela foi "judiada" por duas crianças mais velhas. Não por terem batido, ou feito alguma coisa fisicamente, ou grave. Mas, de certa forma maltrataram meu pequeno docinho. Exemplo, tomavam certos brinquedos da mão dela e diziam... ESSE NÃO!!! Não vou ficar aqui dando exemplos porque com toda certeza vocês sabem do que estou falando. E minha filha é inocente demais,  óbvio, é muito pequena para entender. Ficava de cabeça baixa, meio encabulada, judiação. Mas, querendo ou não, ela terá que passar por isso. Todo mundo passa, assim ela aprenderá muito. Acho que crianças que vão a escola acabam ficando mais ligeiras nesse sentido. 

Enfim, essa semana, minha mãe levou a Babi para passar uma tarde na casa de uma amiga dela que tem uma menininha de quase 4 anos. Um docinho de menina, toda meiga e educada.
Quando chegaram na casa da menina, foi tudo muito lindo, beijinhos, abraços e carinhos pra lá e pra cá. Logo em seguida a Babi disse: 
-  Não gotei dela!!! (não gostei dela)
Minha mãe disfarçava e fingia não entender direito o que ela dizia. rs
Minha mãe disse que viu a Babi sentada perto da menina, e empurrava ela devagar, nada com "brutalidade", mas ia empurrando a menininha com a mão no peitinho dela. Que até caia em cima da pequena.
Minha mãe falava que não podia e tirava a Babi de cima da outra.
Ai elas foram brincar num quarto ao lado da sala onde os adultos estavam sentando para tomar café da tarde.
Quando de repente escutam um grito e choro em seguida...
Aquela agonia, correram pra ver o que tinha ocorrido e adivinhem a cena vista?
A Babi novamente em cima da menina, que chorava de lágrimas, super sentida. 
Minha mãe pegou a Babi de cima da menininha e a mãe da menina foi ver porque a filha dela estava chorando tanto. 
Acreditem... a minha "zumbizinha" havia mordido o braço da menininha!!! Que como era bem branquinha, ficou arroxeado na hora. Minha mãe ficou com a maior vergonha, poxa foi a primeira vez que levava a Babi lá pra brincar com a menininha. 
A mãe da menina mordida era super paciente e calma. 
Minha mãe ficou conversando com a Babi e perguntou porque ela fez aquilo? E a Babi tava muito nervosa, como minha mãe disse, parecia um bichinho!!! Uma verdadeira jaguatirica, bufando e suspirando de nervoso. 
Tenho pra mim que a Babi ficou com ciúmes da outra. 
No carro, o maridóóón ficou interrogando a Babi. 
- Filha, o que aconteceu?
- Mordi...
- E porque você mordeu a menininha?
- Empurrô Babi!
- Ela te empurrou?
- Empurrô. Jogou tuto no tchão!!! (Disse que menina jogou tudo no chão, os brinquedos). Agora não sei se ela quis de certa forma repreender a menina porque jogou os brinquedos no chão. E lá em casa ela tá careca de saber que não pode!

Pra ser sincera nunca vamos saber o que realmente aconteceu naquele quarto, porque não havia nenhum adulto de "zóio". Mas, que foi um mistério isso foi. 
Talvez ela ficou irritada porque ter "sido empurrada"  que atacou, se defendeu. Vai saber?
Só achei estranho, como disse, ela não é disso. Poderia ter sido "bruta" com aquelas outras crianças que "judiaram" dela. 
Sei lá, gente, só sei que foi estranho demais. 

Na noite desse ocorrido, a bichinha tava bruta demais, num nervoso absoluto. Que cheguei a orar pra ver se aquela criaturinha acalmava. Hááááá, mais uma coisa, ela não tinha dormido antes de ir para a casa dessa menininha, talvez isso tenha ajudado no "ATAQUE - ZUMBI" dela.

Essa coisa de morder tem muito nas escolinhas, não é mesmo?
Me contem o que acharam dessa história louca...


Beijinhos e até o próximo post.




7 comentários:

  1. Eu não cheguei nessa fase ainda, liam tem um ano e tres meses e ainda acho que ele não entende nada do que eu falo, só entende a entonação (Briga, aconchego)então é difícil eu conseguir dar instruções a ele, muitas vezes eu chamo o nome dele e ele não atende, chamo e ele de costas não vem, ou seja, não entende a palavra "vem" e sim o gesto com a mão que eu sempre faço, mas sei que tem sempre uma época em que as crianças sofrem com os outros e muitas vezes aprendem em aí é hora deles fazerem!

    ResponderExcluir
  2. ai gente adorei a foto no final.
    então aqui alycia nao faz e nem deixo ela fazer essas coisas.tem um certo vizinho aqui que eu nem deixo ela chegar perto..
    mas amiga é fase toda, ou quase toda crinaça passa por essa fase.
    bjos

    ResponderExcluir

  3. Não é fácil ver nossos filhos encurralados em alguma situação, realmente não gosto de ver alguma criança intimidando a Gá... mas também odeio quando ela faz o mesmo, porque me coloco no lugar da outra mãe, e então reprendo e até seguro ela no momento stress.
    Isabella é das mais briguentas, das mais birrentas da escola. E eu sei que é mesmo, quando está comigo não consigo controlar!
    Ela teve uma fase de morder, até hoje ainda acontece, mas apesar da teimosia ter aumentado, as mordidas diminuíram... quando ela tenta morder a MINHA mão (até a minha) eu deixo que ela morda a dela própria, e talvez assim ela aprendeu um pouco que dói muito!

    ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Ah amiga meus filhos nunca tiveram essa fase de morder,na verdade eles quando pequenos eram até bobinhos,mas essas coisas acontecem mesmo principalmente pq ela é pequena não sabe expressar o que está sentindo.Nas férias fui viajar pra casa da minha mãe,meus filhos tinham ido pra lá,eu e meu marido fomos conhecer o parquinho que eles tanto falavam,bom,ai tinha umas 4 meninas um pouco maior que a Myrella,brincando na areia com panelinhas,eu não levei nenhuma pra ela brincar,quando ela viu as meninas foi chegando de mansinho perto,ai ela perguntou,posso brincar menininhas?e a menina virou e falou bem brava,não eu não brinco com menininha de vermelho que eu não sei o nome,e a menina fazia umas caretas,as mãe das meninas que estavam ali nem falaram nada,pois a Myrella olhou pra ela,e disse,meu nome é Myrella e eu sou bonita e mostrou a linguá,detalhe nunca vi ela mostrar a linguá pra ninguém,kkk eu me segurei pra não ri e tirei ela de lá.Essa idade elas por mais que saibam falar bem,não sabem expressar o que estão sentindo quando ficam com raíva,ela pode ter ficado com ciúmes da menina,ai a menina pode ter empurrado ela,o negócio é explicar que não pode morder,e experar pra ver como ela reage com outros amiguinhas ...bjos

    ResponderExcluir
  5. Haa isso acontece flor!Infelizmente!
    Mas tenho certeza que logo tudo volta ao normal, crianças também tem um dia de fúria kkkkkkkk!
    Bjos
    Tatty
    http://diariomaedeprimeiraviagemtatty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Carol, isso é fase sim. Umas mordem outras não. Maria também começou a fazer isso, mas dentro de casa na idade da Babi. Cortamos da raiz e nunca mais fez. Passou rapidamente a fase.

    Mas na escola ela ja foi mordida a sair de la com dentes no braço. Maria sempre foi mais meiga. Nós também sempre ensinando o que é certo e cortando o errado.

    Uma vez, ela foi mordida por uma menina num cercadinho de brincar em um shopping. Quase morremos. Ela mordeu perto do olho de tirar sangue e ficar roxo. Maria tinha uns 3 anos.

    Uma outra mãe que viu a cena ficou instigando Maria e disse pra morder com mais força quando alguem fizesse isso. Eu disse (com outras palavras para mãe) que não podia fazer isso..

    Nunca ensinamos o errado ou a vingança pra Maria. e assim ela cresceu meiga e amiga de todos...
    Se alguém fizer algum mal vamos procurar saber a verdade. Ainda mais agora que já sabe falar.

    Mas nunca permitir a vingança. E claro, como você falou ela tem que saber se defender e cabe a nós pais ajudar. O máximo que falamos é pra ela empurrar pra lá a criança se vier fazer algo e chamar a professora na hora.

    A Babi com certeza estava com soninho também e fica mais nervosa e claro, alguém fez errado com ela, ela também pode proceder assim com outras...

    Mas vocês são conscientes e colocarão tudo no lugar... Babi é bebê ainda...

    Beijos Carol.. Beijos Babi

    ResponderExcluir
  7. Nem me fale,Carol!Trabalhando com a faixa etária de 3 a 6 anos,morder era uma coisa que acontecia,sim!O negócio é conversar,não tem outra forma de impedir a criança.Vcs agiram certo e tadinha!não é facil ser judiada tb!Ela está aprendendo a se defender.bjs,

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes com seus comentários!!! Obrigada^^

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
O trabalho Mundo cor de rosa de Babi de "Mundo cor de rosa de Babi" foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.